Fotovoltaico Autoconsumo


Sistemas isolados

Bombas de furo a solar

Bombas de piscina a solar

Aprovado Decreto-Lei de Autoconsumo

Mais informação aqui (PDF)

Enquadramento (Governo de Portugal) (PDF)


Kit autoconsumo 0,5kWp : 1.010€
Kit autoconsumo 1,0kWp : 1.750€
Kit autoconsumo 1,5kWp : 2.200€
Kit autoconsumo 1,5kWp : 2.200€ #

Kit autoconsumo 1,5kWp : 2.600€
Montagem incl. para telhado telha inclinado SUL

incl. 2/4/6 colectores ECSOLAR poly de 250Wp,
1/2/3 microinversores APS YC-500 de 450Wp
#) c/inversor Mastervolt Soladin 1500 WEB
(adaptável a instalação mono- e trifásico)
Estrutura para telhado de telha inclinado
Sistema de monitorização v/PC EFERGY E2.

Observações : Preços com IVA incluído à taxa em vigor. Os preços apresentados não incluem montagem nem transporte. O cliente poderá optar por outras marcas ou por um dimensionamento adequado ao seu consumo, sendo o valor devidamente ajustado.
  





Fotovoltaico autoconsumo pré-análise

Fazemos um analíse de consumo eléctrico com um monitor de energia.

É calculado médias durante 3-5 dias conforme a instalação ser mono-fásica ou tri-fásica.

O custo deste serviço é de 40€ + IVA, mas é dedutivél no caso de realizar uma compra.

Renovaveis na Hora


Último:

A partir do dia 09.03.2015 é possível fazer registos de autoconsumo no site de DGEG

Atenção : conforme informado pela DGEG os clientes que já tem instalação PV tipo microgeração NÃO podem instalar um sistema PV de autoconsumo.

No dia 3 de Março foram publicados a Portaria nº 60-E/2015 e o Despacho Nº 3/SERUP/DGEG/2015.
Os documentos publicados abrangem entre outros assuntos como:

  • A abertura do Portal no dia 09.03.2015
  • As primeiras atribuições de potencia no final deste mês
  • A definição de quota a atribuir mensalmente em 2015
  • Regime de transição
  


No dia 23 de Janeiro de 1015 surgiram mais algumas notícias relativas à nova legislação da Produção Distribuída.

Apesar de ainda aguardarmos pela plataforma on-line SRUP (Sistema de Registo Unidades de Produção) e pelos Guias Técnicos e de Qualidade dos equipamentos, passaram a ser conhecidas as tarifas de venda das UPP e as taxas de registo.

Portaria 14/2015 e Portaria 15/2105 (clique no link - ficheiros PDF)

UPP (Unidades de Pequena Produção) 

Taxas de Registo:

Até
1,5kW………….........30€
1,5 a 5kW…………..100€
5 a 100kW………….250€
100 a 250kW……….250€



Tarifas de Venda:

Categoria I……………..0,095€/kWh *
Categoria II…………….0,105€/kWh **
Categoria III……………0,100€/kWh ***

Estas são as tarifas de entrada no leilão.

* Categoria I — Na qual se insere o produtor que pretende proceder apenas à instalação de uma UPP, nos termos do presente decreto-lei;

** Categoria II — Na qual se insere o produtor que, para além da instalação de uma UPP, nos termos do presente decreto -lei, pretende instalar no local de consumo associado àquela, tomada elétrica para o carregamento de veículos elétricos, nos termos do Decreto -Lei n.º 39/2010, de 26 de abril, alterado pela Lei n.º 64 -B/2011, de 30 de dezembro e pelos Decretos -Leis n.os 170/2012, de 1 de agosto, e 90/2014, de 11 de junho, ou seja proprietário ou locatário de um veículo elétrico;

*** Categoria III — Na qual se insere o produtor que, para além da instalação de uma UPP nos termos do presente decreto -lei, pretende instalar no local de consumo associado àquela, coletores solares térmicos com um mínimo de 2 m² de área útil de coletor ou de caldeira a biomassa com produção anual de energia térmica equivalente. 


UPAC - (Unidades de Produção em Autoconsumo)
Taxas de Registo:
 

 

Com venda à RESP do excedente

Sem venda à RESP do excedente

Até 1,5kW

30 €

Isento

1,5 a 5kW

100 €

70 €

5 a 100kW

250 €

175 €

100 a 250kW

500 €

300 €

250 a 1MW

750 €

500 €



Notas:
Com a publicação das tarifas de venda para as UPP já é possível aferir a rentabilidade, caso a caso, de uma instalação de Venda à Rede (UPP) face à alternativa de Autoconsumo (UPAC)

Para a trabalhar ao abrigo desta nova legislação, resta ainda que seja definida a regulamentação técnica e de qualidade (equipamentos, soluções de ligação, etc.) e que seja colocado on-line o site para registos (SRUP).

Recordamos que a nova legislação da produção distribuída define dois tipos de instalação :    

UPP – Unidades de Pequena Produção – até aos 250kW – Venda à rede;

UPAC  - Unidades de Produção em Autoconumo – até ao 1MW – Autoconsumo com hipótese de venda do excedente;

A decisão entre qual a instalação a fazer, que maximize a rentabilidade, depende do perfil de consumos.